27 de julho de 2014

Reflexões de um domingo chuvoso

Estamos sempre em buscar de uma resposta que mudará nossa vida.Mas e se não existir uma resposta?
Possuímos essa tendência não realista da vida e temos a inocência de acreditar que quando dermos o próximo passo a vida ficará mais clara e segura.Entretanto isso é um ilusão.Criamos tal pensamento apenas para abrandar o temido sentimento de instabilidade e a falta de coragem que nos inunda a alma.Mas o que é a vida se não um amontoamento de insegurança e assombro perante ao futuro?
(...)
Temos um medo imaginário do desconhecido e por isso criamos soluções utópicas para ligar com tal sentimento.Temos essa tendência de acreditar no inverossímil.Abraçamos o mundo de maneira covarde e vivemos a vida erroneamente.Esse é o nosso maior pecado,e provavelmente o único.

Talvez seja a hora de voltar

6 de agosto de 2013

Odeio tempos assim:quando desejo o impossível e me entrego às memórias de um outro alguém.


4 de agosto de 2013

E então,tic tac

Vamos voltar no tempo,meu bem
o passado parece tão convidativo.
Vamos dar uma volta de mãos dadas
para imitar os amantes alucinados pela vida.
Vamos,meu bem
Vamos sonhar com os mares do antigo mundo
e delirar com histórias até então adormecidas.
Venha,meu bem,me de sua mão
Vamos viajar pelo relógio.