17 de agosto de 2011

A garota e o vento





Não sou de me impressionar com as pessoas e muito menos admirá-las.Mas com aquela garota foi diferente.Ela era diferente.E para o começo da história isso é tudo o que importa.
O seu nome,não tenho a menor idéia.Não acho nomes confiáveis,por isso ela é apenas a garota.Posso dizer como ela se parecia,da cor dos olhos até os diferentes e significativos sorrisos.Mas é só. [...] Nunca consegui entender sua verdadeira essência e o que a mantinha de pé.E isso foi o que mais me chamou a atenção.Essa curiosidade sobre o inacessível.
Não era um garota de muitas amizades e nem de muitas palavras.Talvez por saber o verdadeiro significado de ambos ou por não saber.Sempre andava sozinha e com um sorriso nos lábios,desses que passam imperceptíveis para a maioria das pessoas,mas que faz a diferença para aqueles que observam.
--------

Curiosidade n° 1:
Ela fecha os olhos quando o vento vem de encontro ao seu rosto e bagunça seus cabelos.

E é o porque que me intriga.O porque de tal gesto.E o fechar de olhos.
A resposta até hoje:Não sei.
--------
Alguns dias me pego observando-a,só para ver se compreendo essa magia que vejo em sua volta.Mas chego a acreditar que nunca entenderei.[...] Nunca entenderei essas palavras soltas que ela diz,não sei se para si mesma ou para o mundo.
Essa garota,se é que posso dizer assim,conhecia a liberdade,ela vivia sem esperar algo em troca.E o seu melhor amigo,aquele que à ouve e que guarda seus segredos era o vento.
E então eu descobri a resposta para minha pergunta.
A garota,aquela que fecha os olhos quando o vento bate e que murmura palavras ao universo ela tinha um segredo.Não um segredo obscuro ou coisa do tipo,mas sim um segredo ingênuo.Ela é apaixonada pelo vento.E é por isso que ela fecha os olhos quando ele toca sua face,e as suas palavras muitas vezes são promessas,as quais nunca serão quebradas.

9 comentários:

Macaco Pipi disse...

SABIA QUE O VENTO NOS FAZ BEM?

184Knots disse...

Bom ela fecha, talvez pq tem poera no vento.....
Estou em busca de novos parceiros de troca de links ou banner!
http://184knots.blogspot.com/
Se gostar do meu blog, envie um email, ou se preferir, pode deixar recados na página de contatos!
Um grande Abraço!

Karina [ tђє.ฬ๏г๓ ] disse...

Até terminar de ler o texto imaginei muitas coisas.. como por exemplo, ela fecha os olhos como uma maneira de se proteger, no caso do "vento", de maneira relativa. Vi metaforicamente alguem, uma garota, indefesa e o vento o imaginei como o mundo em si, que é bom, mas pode prejudicar, assim como o vento nos nossos olhos.. é bom quando é apenas aquela brisa suave, mas quando ganha força não resistimos e como uma forma natural, fechamos nossos olhos para nos proteger..

mas enfim, fui surpreendida e minha mente foi looonge rsrs

Abraços,
Karina

http://psicodelias.blogspot.com
http://loucasarrumadas.blogspot.com

Karla Hack dos Santos disse...

Dá uma sensação de novo e bem estar... o vento fluindo no lirismo dela...

Não tive como deixar de pensar em "A Ostra e O Vento".

;D

Amanda disse...

Não sei como explicar... o texto ficou muito bom, mesmo.
Enquanto lia imaginei várias coisas, mas nada comparado ao seu final: a garota apaixonada pelo vento. Surpreendente, simples e sofisticado ao mesmo tempo.
Está de parabéns BEST *-*

LADY D. A. disse...

Ela fecha os olhos pq imagina que está voando ^^

flicts disse...

Muito bonito! Seu melhor texto até agora na minha opinião :)

Marcela Melo disse...

belíssimo texto...
fala de um amor inocente, desses que não se ve mais, um amor real!

gostei muito!

http://lapsosdeumamentebipolar.blogspot.com/2011/09/saudade.html

Thaís de Castro. disse...

http://versosimpressos.blogspot.com/

eu adorei o texto, conheci o blog pq tinha o endereço em um dos blogs que eu mais costumo visita. o blog com as frases de filme, acho magnifica a iniciativa de qm faz e entao encontrei outro belissimo blog. Gostei desse texto em particular, talvez ele me remeta a um sentimento antigo que carrego cmg há tanto tempo.

bjs. Parabéns

Postar um comentário