18 de abril de 2012

And I just can't get my poor self together

Chega de mansinho,como quem não quer nada.À passos lentos e silenciosos como quem não tem pressa.Chega com intenção alguma mas faz estragos por onde passa.E depois vai embora como quem não sabe pra onde e sem dizer adeus.Sai deixando um vinil de blues tocando e cheiro de incenso de verbena ao ar.E depois volta com a chuva na próxima estação,sem consciência de seus atos ou de sua ausência.

1 comentários:

Marcela Melo disse...

intenso...
já vivi isso uma pá de vezes...
é impressionante como as pessoas simplesmente nao se importam!

http://lapsosdeumamentebipolar.blogspot.com.br/2012/04/desistir.html

Postar um comentário