25 de maio de 2012

It’s time to let go the summertime sadness




Chega um momento na vida em que as escolhas acabam e só nos resta deixar ir com a maré,isto é,só resta fechar os olhos e voar a procura de uma fenda temporal.Quando este momento está próximo nós podemos sentir,é como uma cultura de borboletas no estômago,ou o voar das andorinhas no outono.É algo notado com o instinto ou com a necessidade de mudança,ou seja,é algo íntimo e completamente blue.Os sintomas aparentes que mostram essa necessidade de deixar ir o que conhecemos aparecem em períodos de transe em que nos encontramos perdidos, desesperados,e a procura de um referencial para a trajetória, ou o momento em que as músicas param de fazer o efeito desejado e os lapsos de tristezas ficam mais recorrentes.

3 comentários:

Bruna Araújo disse...

Adoreeeeei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui (:

ontendency.blogspot.com

BLoG do CHARQuE disse...

show de bola!!!


http://blogdocharque.com/

M!sunderstood disse...

Estou me sentindo exatamente assim...Mas isso passa e logo a gente encontra o caminho, logo a gente volta a ter um rumo, logo os lapsos de tristeza passam...

Até fiz um post um pouco parecido no meu blog.

se quiser dar uma olhada: http://infinitaliberdade.blogspot.com.br/2012/05/caminhos.html

Achei seu blog uma graça, inteligente e arrumadinho. Tô te seguindo baby.

Um beijo.

Misunderstood.

Postar um comentário