2 de fevereiro de 2013

more anything



O tempo passava muito rápido.Ela tinha certeza agora.Foi tudo demais.Foi tudo acelerado.Foi tudo muito de repente.[...] A vida tinha passado sem deixar vestígios e ela perguntava-se o momento em tinha se deixado levar.”Quando foi que me perdi? Será que foi anos atrás ou foi ontem no café da manhã? Quando?” – A vida continuava a mesma.Ela um pouco diferente,um pouco mais fechada e menos aberta a mudanças temporais.

2 comentários:

Marcela Melo disse...

simplesmente lindo texto.

http://mmelofazminhacabeca.blogspot.com.br/

Lívia Reginato disse...

Muito bem feito!
http://sweetsolution.wordpress.com/

Postar um comentário